sábado, 31 de maio de 2008

Top10 das atletas mais sexy's de todos os tempos

10. Peggy Fleming 9.Maria Sharapova
8. Gabrielle Reece
7. Danica Patrick
6. Biba Golic
5. Jennie Finch
4. Chris Evert
3. Anna Kournikova
2. Katarina Witt
1. Natalie Gulbis

Para verem outras atletas: sports.popcrunch.com

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Alerta de risco na saúde!

Sabia que se for fazer exames complementares de diagnóstico (análises clínicas, radiografias, tac's, ecg's entre outros) pode e deve pedir a identificação ao técnico? A identificação consiste num cartão, também chamado de cédula profissional, e é emitido pela ACSS, organismo nacional que regula os profissionais desta área.

Pois é, para realizar esse tipo de exames é necessário um técnico qualificado, coisa que temos em Portugal, pena que muitos estejam no desemprego, pois muitas clínicas e laboratórios privados preferem apostar em mão-de-obra barata, contratam pessoas com 12º, ou com qualquer outra formação não adequada violando a lei (Decreto-Lei nº 320/99, de 11 de Agosto bem como o Decreto-Lei 111/2004 de 12 de Maio de 2004) e colocando em causa a saúde dos cidadãos! Existem muitas destas pessoas a trabalhar e que não possuem qualquer habilitação nem conhecimento de áreas do foro clínico altamente especializadas que requerem cursos superiores.

Quem fica a ganhar com isto são várias entidades donas de várias clínicas e laboratórios, uns mais conhecidos que outros, pois metem ao bolso o dinheiro do bom ou mau diagnostico do utente, bem como rendimentos extra que não pagam por terem alguém a ganhar o ordenado mínimo.

Os sindicatos há muito que já se queixam disto mas a Inspecção Geral das Actividades de Saúde continua a fazer orelhas moucas...

Já quantos de vocês terão sido vitimas de maus diagnósticos por exames complementares estarem errados ou terem sido mal realizados? Muitos e outros nunca saberão!

A negligência médica e a usurpação de funções ainda constituem crimes na lei portuguesa e não há nada mais precioso que a nossa saúde! Portanto não seja conivente com esta situação denuncie sempre todas estas situações pois as coisas só mudam quando houver queixas suficientes.

A sua denuncia pode ser apresentada junto do IGAS (Inspecção Geral das Actividades de Saúde), ACT (Autoridade para as Condições do Trabalho) ou na policia local (PSP ou GNR).

Faça circular a mensagem para que no futuro todos possamos beneficiar duma saúde melhor, através de técnicos qualificados e reconhecidos pelo Estado.

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Phoenix - as primeiras imagens

As primeiras imagens tiradas pela sonda Phoenix já estão a ser divulgadas online, para já mostram apenas partes da nave e diferentes vistas do terreno que a rodeia. É de estranhar que em nenhuma delas mostre o horizonte.
No entanto o DiscoveryChannel criou uma apresentação bastante interessante das imagens tiradas, juntamente com as geradas por computador e é simplesmente um consolo para os olhos.

Podem visualizar esta apresentação aqui: http://www.discoverychannel.ca/flipbook/flip.aspx?fid=8964

sábado, 24 de maio de 2008

Top 10: doenças comuns que mais mortes causam

Deixo aqui o top das doenças mais comuns entre humanos que mais mortes causam no mundo.

10. Cancro do pulmão, traqueia e brônquios
9. Malária
8. Tuberculose
7. Doenças diarreicas
6. Condições perinatais
5. Doença pulmonar crónica obstrutiva
4. VIH/SIDA
3. Doenças do trato respiratório inferior
2. AVC
1. Doença isquémica cardíaca

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Mudar Portugal


Deixo aqui algumas ideias minhas, mas antes demais começava por ver os fundos disponíveis e tentar racionalizar as despesas.

Ambiente e Organização territorial

A reciclagem passaria a ser obrigatória, deixaria de haver recolha de lixo porta-a-porta e colocaria mais ecopontos disponíveis para as populações, bem como mais ecocentros criando assim novas oportunidades de emprego na área do lixo;
Regionalização para melhor desenvolvimento e redução das assimetrias entre o interior e litoral;
Demolição e requalificação de edifícios para uma melhor organização das cidades;
Investimento nos transportes públicos, para que fossem rápidos e cómodos, além de baratos. Com uma boa concorrência sem haver monopólios. Além de assim diminuir a poluição causada pela congestão de tráfego;
Aumento dos impostos para a industria poluidora;
A lei do ruído passaria à prática;

Ciência e Tecnologia

Função publica passaria a ter sistemas baseados em GNU/Linux, aumentaria ainda a automatização de vários processos como o eleitoral ou de referendo, aquisição de documentação, base de dados nacional da saúde dos cidadãos, registo criminal nacional etc;
As faculdades passariam a ter que optar pelo papel de investigação ou educação, sendo que assim os fundos poderiam ser divididos da melhor forma havendo maior disponibilidade dos mesmos;
O papel das faculdades no desenvolvimento de tecnologia e a sua ligação à industria deveria ser fomentado;
Desenvolvimento de tecnologias que fossem úteis no dia-a-dia para os portugueses;
Acordos tecnológicos com países pertencentes ao G8 com a China, Índia e países escandinavos;

Cultura

Carteira profissional para os profissionais das artes, desde que possuíssem o curso adequado e reconhecido pelo estado (ex: actor formado numa escola de actores reconhecida pelo estado, teria carteira profissional, acabando assim com os castings a modelos);
Teatros, museus outros focos de cultura condenados ao fracasso seriam privatizados, o estado não pode meter $ em bolsos furados;
Recuperação de monumentos nacionais em prol da manutenção da história do país.

Defesa e Segurança

Seguro de risco para profissionais expostos a ambientes de trabalho perigosos;
Melhoramento das esquadras e clarificação da actuação das várias policias;
Policia Marítima passava para a Administração Interna (não faz sentido ser assaltado no areal da praia e a PSP não poder actuar porque não possui administração nessa zona, burocracias ridículas);
Grande reorganização do sistema militar. Maior profissionalização, quota total de militares prevista para 30000 todos profissionais seriam capazes de ter um futuro na vida civil quando um dia o contrato acabasse;
Todo o material apreendido reverte a favor das forças policiais, caso não fosse aproveitado fariam-se leilões.

Economia e Finanças

Necessitaria de ver a balança económica, podendo posteriormente manter ou baixar o IVA;
Subia o imposto sobre o tabaco, álcool, café, açúcar, sal, gasolina e gasóleo (nestes dois últimos apenas subia o imposto quando houvessem boas alternativas de transportes públicos);
Baixava impostos dos carros movidos a energias alternativas e subia o imposto automóvel nos restantes;
Novas normas para créditos;
Aumento do imposto sobre a radiodifusão.

Educação

Aposta forte em vias alternativas ao ensino normal;
Combate ao bullying, alunos problemáticos seriam removidos das escolas e integrados em escolas militares para reabilitação e aprendizagem;
Novas disciplinas obrigatórias desde o 1º ciclo até ao 12º: saúde, ed física, 2 línguas estrangeiras e informática;
Pais seriam responsabilizados e pagariam as penas nos casos dos crimes praticados por filhos imputáveis aos olhos da lei;
Preservativos e acesso livre aos mesmos em todas as escolas do 3º ciclo, secundário e ensino superior;
Álcool e tabaco proibidos em qualquer unidade escolar (incluindo ensino superior) dentro do recinto, as regras são aplicáveis a todos;
Refeições gratuitas ou a preços módicos até ao 12º. No entanto seriam apenas servidas refeições saudáveis;
Ranking escolar dos vários níveis. Escolas com baixas taxas de sucesso seriam alvo de averiguações;
Acordos e intercâmbios com os países no topo do ranking mundial;
Alteração dos pólos universitários que em vez de estarem todos concentrados num só local, passariam a ser distribuídos por concelho, para permitir o desenvolvimento local de várias zonas, bem como diminuir a concentração e centralização de recursos;
Exames nacionais no final de cada ciclo e o acesso ao Superior seria determinado por exames realizados nas faculdades.
Exame final de curso no ensino superior.

Justiça

Guerra aberta contra a corrupção e todos os casos em arquivo dos últimos 20 anos seriam reabertos e investigados por uma unidade especial da PJ em conjunto com o SIS;
Aumento da regulação, fiscalização e inspecção de todas as actividades em Portugal, desde saúde, educação, industria, trabalho etc;
Celebridades, políticos e outros indivíduos com poder teriam penas exemplares em vez das típicas atenuações;
Alteração do sistema prisional, presos são mão-de-obra e seriam utilizados para limpar praias, matas entre outras actividades, a prisão serviria de dormitório e para reabilitação (leccionamento de aulas);
Mão-de-ferro sobre trafico, terrorismo e crime organizado;
A marinha ou força aérea poderiam interceptar com fogo qualquer veiculo dentro das águas territoriais.

Politica Externa

Aumento das relações com o G8 bem como com os países escandinavos, China e Índia;
Cobrança das dividas externas das ex-colónias e de outros países como é o caso da Rússia.

Politica Interna

Eutanásia seria legislada em parlamento;
Prostituição profissionalizada, estando sujeita à lei do trabalho como qualquer outra profissão;
Adopção desburocratizada e casais homossexuais estariam sujeitos às mesmas regras que os casais heterossexuais;
Elaboração dum estudo nacional sobre o consumo de drogas legais (álcool, café, tabaco...) e ilegais, para determinação dos perigos e benefícios, bem como romper com os mitos em voga;
Tratamento de overdose (entenda-se consumo excessivo de drogas legais ou ilegais) não seria financiado pelo estado (quem estivesse podre de bêbado poderia ser socorrido no hospital publico, mas teria q pagar as contas);
Programas de reabilitação para dependentes das diversas drogas;
Trabalhadores da função publica incompetentes poderiam ser facilmente despedidos;
Imigrantes legais seriam sujeitos a testes para determinação de doenças infecto-contagiosas (caso tivessem seriam recusados);
Aumento do controlo nas fronteiras;
Liberalização do sector dos transportes públicos;
Aposta forte no turismo.

Recursos Naturais e Energéticos

Ponderação sobre a energia nuclear como forma intermédia de eliminar a dependência do petróleo enquanto as energias alternativas, não evoluem;
Investimento nas áreas de investigação de energias alternativas;
Liberalização do sector dando assim abertura ao privado da rede eléctrica e das águas para aumentar a concorrência e dar às pessoas novas opções.

Saúde

Criação da Ordem dos Técnicos;
Regulação das várias profissões de saúde;
Avaliação das principais doenças que mais afectam os portugueses e consequente campanha preventiva das mesmas
DST's e gravidezes na adolescência passariam a ter campanhas preventivas de choque;
Posicionamento das unidades de saúde por áreas de maior densidade populacional e adequadas ao foco de patologias de cada zona;
Sem descontos para a segurança social, teriam que pagar a totalidade dos tratamentos obtidos no SNS;
Maior aposta na investigação médica.

Segurança Social e Trabalho

Rendimento mínimo desaparecia;
Reforma única nacional (seria o dobro do salário mínimo em voga), com regimes de excepção para doenças crónicas e deficiências. (quem ganhou muito não precisa de ter reformas altas, só precisa de poupar durante o tempo de trabalho);
Desconto para a segurança social teria como escalão máximo os 50% de desconto. Logo quanto maior o ordenado maior o desconto;
ADSE; SAMS Quadros; SAMS; CGD; PSP; Portugal Telecom entre outros iriam desaparecer, passando todos os trabalhadores da função publica a ser regulados por um só sistema. A excepção iria recair sobre os militares e policias que ficariam com um sistema próprio;
Criação de várias ordens profissionais, ninguém com canudo poderia ostentar o seu titulo ou trabalhar caso não estivesse munido da sua cédula profissional.

segunda-feira, 19 de maio de 2008

GNU/Linux a alternativa

Eu sou um utilizador comum (pronto avançado admito) mas não gosto de ter muito trabalho a configurar seja o que for, ou então posso-me dar ao trabalho de configurar uma vez desde que dure uma vida inteira. Desde cedo que fui habituado a usar o sistema operativo Windows, para mim era a única coisa que existia naquele tempo de aspirante a utilizador, ainda o meu professor de informática também dizia quase só haver Windows que o resto não prestava. Bem sendo ele um pseudo-professor e naquela era ainda não existir Ubuntu e outras facilidades, era capaz de ter alguma razão naquele ponto de vista.
Afinal não vai há muito tempo que a configuração duma distribuição não era tão fácil quanto nos dias de hoje.
Ora andava eu na minha vida virtual e conheci um caríssimo senhor na casa dos 30 (bin2hex), que andava sempre a falar-me das maravilhas do seu Debian, eu sabia lá o que raio era isso.
Decidi a um certo dia que era tempo de experimentar, comecei com a Caixa Mágica e rapidamente fiquei a perceber o significado da Caixa Trágica. Como eu era nabiço queria algo simples, hoje sei que o problema na altura era a falta da swap e o lilo estava mal configurado. Seguiu-se o Knoppix que não reconhecia o monitor era preciso alterar a configuração e por fim o Ubuntu 5.04 que se manteve durante muito tempo, até que há um ano mudei para Xubuntu.

Experimentei já muitas distro's mas nada é melhor que Ubuntu ou as suas derivadas, simplesmente porque facilitam muito a instalação e configuração, bom suporte e grande compatibilidade. Mas acima de tudo o bom gestor de pacotes que possui.

Mas não larguei o Windows definitivamente, ainda preciso dele para o Analyzer que é feito em Visual Basic, bem como para dar umas jogadelas de vez em quando. Ou ainda para ir até ao icq travar uns conhecimentos virtuais com gente de outras partes do mundo. (pronto admito com gajas de outras partes do mundo)

Ora e que tenho eu com Xubuntu que não tinha antes com Windows?

A pergunta não é difícil de responder, resumidamente tenho o mesmo com nomes e cores diferentes. Uso aMSN para chatear a malta e ser chateado, firefox para navegar, thunderbird para receber o correio, transmission para fazer os meus downloads ilegais (xiu não é para se dizer a ninguém), xchat para ir ao IRC, abiword para abrir documentos, evince para ver os pdf, brasero para gravar cd's, totem para ver o house e uns filmes (o porno não se inclui porque longe vão os tempos em que o sacava) e o gqview para visualizar imagens. Já o Gimp pouco ou nada uso.
O sistema ainda é um bocadito pesado para os recursos do meu velho computador, que completará 8 anos em Agosto próximo, seja como for também não se arrasta e faz o que preciso. É certo que há distribuições melhores para o meu hardware, problema para variar está na configuração, maus gestores de pacotes etc.

Aquilo que mudou foi talvez a forma mais rapida de encontrar e instalar programas, bem como remove-los, a inexistência de ameaças serias ou a necessidade que se tem de haver uma constante actualização do antivírus, firewall, antispyware etc. Tudo programas para encher chouriços ou como quem diz preencher os poucos recursos que a maquina já tem.

Sinceramente acho que vale a pena mudar, principalmente para quem usa o computador como eu, para coisas do dia-a-dia onde não existam necessidades especiais relacionadas com um ou outro programa. (muito embora na maioria dos casos hajam alternativas, há é preguiça da malta se adaptar aos novos programas)

Configuração do Xubuntu


Este tutorial parte do principio que já possuem o sistema operativo instalado e é valido para todas as versões.

A primeira coisa que vai aparecer será um aviso caso o xubuntu detecte a vossa placa gráfica, portanto será só necessário activar a gráfica e reiniciar, o aviso voltará aparecer mas depois é so fechar.

O passo seguinte é activar mais repositórios ou seja alargar a base de programas a que se tem acesso. Para isso basta ir a Applications/System/Software
Sources. Estando aí basta activar tudo excepto as "actualizações pré-lançadas", na ultima pala poderão activar as estatisticas de software (isto é um mecanismo que divulga à equipa da Canonical o software que usam no computador, portanto para os maníacos da privacidade o melhor será não activar esta opção). Findo isto em principio deverá aparecer uma opção em que pergunta se deverá o sistema reler os repositórios ou não para se actualizar, portanto é só escolher a opção "reler".

Seguidamente é necessário adicionar o repositório medibuntu bastanto para isso seguir este tutorial, tendo atenção à respectiva versão: https://help.ubuntu.com/community/Medibuntu

A seguir deves ir ao Applications/System/Synaptic, clicas em recarregar, mas em principio deve aparecer o aviso a pedir para reler os repositórios.Vais então procurar por xubuntu-restricted-extras que instalará o suporte para mp3, video, java, flash etc. Depois procurar o pacote w32codecs para instalar os codecs de video e procurar pelo pacote VLC bem como o mozilla-plugin-vlc (para reproduzir embeded video, remover o mplayer-mozilla caso esteja instalado). Procuras ainda ver os programas que não te interessam ter instalados e instalar o que te interessa. Como o caso do amsn, caso sejas fã do messenger. (lembra-te de configurar depois as preferencias do browser no amsn para abrires links)
Não te esqueças de confirmar se tens as fontes da m$ instaladas, basta para isso ires ao synaptic e procurares por msttcorefonts e ttf-xfree86-nonfree (esta ultima nunca activei, é provavel que já esteja activa, mas terei que confirmar...)

Finalmente instalas todas as actualizações e reinicias.

Podes ainda tornar o firefox mais rápido basta para isso depois procurares tutoriais no www.ubuntuforums.org

Ficas então com um sistema pronto a usar para a maioria das actividades domésticas.

O ínicio

Esta é a nova cara do bitseal, a continuação do blog, ganhou um facelifting e uma mudança de nome. Tinha perdido alguma qualidade e estava na altura da mudança!
Daqui para a frente é sempre a blogar!